Virada Cultural tem publico recorde

Virada Cultural atrai mais de 500 mil Belo Horizontinos para as ruas.

O tempo chuvoso e as muitas variações ocorridas durante o dia, fosse o sol+chuva ou nuvens+neblina, não impediram os  belo-horizontinos de participar da Virada Cultural. Ao contrario do esperado pela organização e pelos artistas , visto o nem tão bom tempo do fim de semana, a festa teve este ano mais de 500 mil espectadores, numero recorde.

Na abertura das atividades, na praça da Estação, mais de 20 artistas mineiros homenagearam o compositor e escritor mineiro Fernando Brant, um dos fundadores do movimento Clube da Esquina. No local, a Cia de Base apresentou-se integrando dança, circo e teatro em um balão a 20 metros de altura.

Mais de 600 shows  com atrações em 18 palcos e 70 espaços culturais rechearam a  programação cultural iniciada às 19h do sábado, durante 24 horas de duração. A forte chuva da manhã de domingo acabou cancelando alguns shows e apresentações e provocando atrasos.Mas mesmo assim a galera da cidade não desanimou.

O público presenciou do Mundialito de Rolimã do Abacate, o Campeonato de Basquete de Rua do Baixo Centro e do 2º campeonato de Gaymada.Debaixo dos arcos do Viaduto Santa Teresa, a novidade foi receber o público com diversas feirinhas de livros, CDs, artesanato e roupas; intervenções urbanas, food trucks com lanches rápidos; atividades de recreação para a criançada; espetáculos de música, dança e teatro; e um espaço para descanso e contemplação do lindo horizonte da capital.

Segundo as ocorrências registradas, a Virada Cultural registrou apenas pequenos incidentes como furtos e roubos sem nenhuma ocorrência grave.,

No todo de mais de 24 h de atividades, revezaram-se quatro mil profissionais, entre artistas e equipe de produção, que apoiaram a realização dos eventos da festa.


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien