Seca no NORTE de Minas

Seca deixa 94 cidades de Minas em situação de emergência

 

No final de 2015 em Minas 129 municípios decretaram situação de emergência por causa da estiagem, nesta época foi lançado o Plano de Urgência para Enfrentamento da Seca no Norte de Minas, criado pelo governo estadual com o objetivo de atender os municípios. Mesmo com esse plano o Estado ainda possui 94 cidades com problemas relacionados à seca.

Essas informações são do boletim da Defesa Civil estadual que levou em consideração os decretos publicados entre novembro do ano passado e o dia 3 de maio deste ano.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste do Estado (Sedinor) vê o balanço de forma positiva, apesar dos poucos municípios que deixaram a lista.

A implantação do Plano de Urgência para Enfrentamento da Seca gera um custo de R$33 milhões aos cofres públicos de Minas Gerais. Desse valor, R$ 28 milhões são destinados à construção de 482 poços artesianos, na compra de bombas, tubos, caixas d’água e na compra de 30 caminhões-pipa.

Os outros R$ 5 milhões foram destinados a meios que gerassem renda para as famílias da região. Conforme explicou a pasta, foram distribuídos 79 mil sacos de sementes de feijão, sorgo e milho aos agricultores.

A cidade de Coronel Murta, no Jequitinhonha, está entre as 94 cidades da lista. Dos 3.000 moradores da zona agrícola da cidade, a prefeitura acredita que 1.000 estão em situação crítica.

Gilnei Araújo, secretário de agricultura da cidade, disse que “há quatro anos vivemos essa seca brava. Nós contamos com apoio do governo e é válido, mas ainda estamos sofrendo muito com essa situação. Dos três poços que foram criados neste ano, dois estavam seco”, lamentou.

Já a cidade de Itacambira, no Norte de Minas, decretou situação de emergência na última terça (3), após três anos de seca.

“Até agora, as 3.500 pessoas que moram na zona rural estavam sobrevivendo com a água dos caminhões-pipa. Mas o município não está conseguindo ajudar a todos. Agora, decretamos essa situação e estamos aguardando a homologação do Estado para conseguir ajuda”, explicou o coordenador da Defesa Civil municipal, Edivaldo Magalhães.


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien