Mortes em 2 rodas

O número de mortes em acidentes de trânsito com motos no Brasil aumentou 263,5% em 10 anos, segundo dados do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), criado pelo Ministério da Saúde. Foram 11.268 mortes no país, contra 3.100 usuários de motos mortos em 2001.

O número aumentou mais que o de mortos por acidentes de trânsito em geral, que envolve carros, motos, caminhões, ônibus, pedestres foi de 42.425 em 2011, contra 30.524 mortes registradas em 2001, uma alta de 39%.

A frota brasileira de veículos de duas rodas também teve aumentos neste período. De acordo com dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas e Similares (Abraciclo), com base em números divulgados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), foram emplacadas no Brasil 4.611.301 unidades em 2001. Em 2011 esse número subiu para 18.442.413, um aumento de 300%.

De acordo com o Ministério da Saúde, em 2011 houve 155.656 internações por acidentes de trânsito, com custo de R$ 205 milhões. Os acidentes de moto corresponderam a 77.113 delas, totalizando gasto de R$ 96 milhões.


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien