MERCATOR – Dólar sobe, bolsa desce.Céu mais CLARO a frente

O dólar iniciou a segunda-feira (18) em baixa ante o real, logo apos à aprovação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara. Com a atuação do Banco Central e com o cenário externo negativo, a moeda americana inverteu o sinal e sobe para o patamar de R$ 3,59.

O Ibovespa abriu em queda. Segundo analistas, a aprovação do impeachment na Câmara já estava prevista pelos investidores, por isso não há euforia no mercado doméstico.

“A sinalização da abertura, com votação em parte precificada pelo mercado, o qual tende a aguardar os próximos passos no Senado para confirmação do impeachment”,.

 

Mudando de endereço “o clima  tenso e cinzento agora recai sobre o futuro de um governo Temer, sem grandes apoios no Congresso”,segundo a visão do mercado. “Sera que o novo presidente tem apoio para implementar as medidas duras e necessárias para que consigamos retomar o crescimento?

A moeda americana à vista subiu 1,29% há pouco, cotada a R$ 3,5923, enquanto dólar comercial avançava 1,87%, a R$ 3,5920.

O Banco Central realizou nesta manhã mais um leilão de swap cambial reverso. Do total de 80.000 contratos ofertados, foram aceitos 68.840, totalizando US$ 3,44 bilhões.

Pouco antes de a autoridade monetária anunciar a operação, às 9h15, tanto o dólar comercial quanto o à vista chegaram a recuar mais de 1%, e estavam no patamar de R$ 3,49.

Como na sexta feira a bolsa, possivelmente apostando no impedimento de Dilma, subiu 1,56% em meio ao otimismo de investidores , o principal índice da Bolsa paulista abriu hoje em baixa. Há pouco, o Ibovespa perdia 1,60%, para 52.375,30 pontos.

O cenário externo negativo, com a queda do preço do petróleo, aliado a um movimento de realização de lucros, pressiona a Bolsa. Além disso, hoje é dia de vencimento de opções sobre ações.

As preferenciais da Petrobras  recuavam,5,26%, para R$ 9,18, e as ordinárias perdiam 4,19%, para R$ 11,42.

Vale PNA  caíram 1,18%, a R$ 14,12, mas as ON avançavam 0,43%, para R$ 18,68. A alta do preço do minério de ferro na China nesta sessão impede uma reação mais negativa dos papéis da mineradora.

Os papeis do mercado de dinheiro , teve dia negativo , Itaú Unibanco PN recuava 2,42%; Bradesco PN, -1,75%; Banco do Brasil ON, -2,64%; Santander unit, -0,23%; e BM&FBovespa ON, -1,81%,

JUROS

No mercado de juros futuros, o contrato de DI para janeiro de 2017 recuava de 13,600% para 13,545%, e o DI para janeiro de 2021 caía de 13,040% para 12,910%.Sinal de que o mercado visualiza menos problemas e mais calma na próxima economia, mesmo que ainda longe do ideal.Mas o cenario de caos mudou para luz.

A perspectiva de economistas para a taxa básica de juros (Selic) neste ano voltou a ser reduzida, assim como as perspectivas para a inflação em 2016 e 2017. A pesquisa semanal Focus do Banco Central mostrou nesta segunda-feira (18) que a perspectiva para a Selic no final de 2016 é de 13,38% ao ano. O levantamento anterior apontava que a Selic terminaria 2016 a 13,75%.

O  swap CDS (credit default swap), seguro contra calote, que é o indicador da percepção de risco do país, subia 2,21%, aos 349,593 pontos, acompanhando a alta do dólar ante o real.

MUNDO

O mercado de petróleo opera em queda após um possível acordo entre países para congelamento da produção ter fracassado em reunião realizada neste domingo (17). Em Londres, o Brent caiu 3,87%, para US$ 41,43 o barril; em Nova York, o WTI caia 4,31%, para US$ 38,62 o barril.

Todos os mercados globais reagiram negativamente em relação ao fracasso da reunião sobre o petróleo.

Nas bolsas europeias, Londres (-0,39%); Paris (-0,44%); Frankfurt (-0,28%); Madri (-0,55%) e Milão (+0,02%).

Os índices acionários na Ásia fecharam no campo negativo, e os índices futuros na Bolsa de Nova York também apontavam baixa. O petróleo opera em queda após um possível acordo entre países para O petróleo opera em queda após um possível acordo entre países para congelamento da produção ter fracassado em reunião realizada neste domingo (17). Em Londres, o Brent perdia 3,87%, para US$ 41,43 o barril; em Nova York, o WTI perdia 4,31%, para US$ 38,62 o barril. congelamento da produção ter fracassado em reunião realizada neste domingo (17). Em Londres, o Brent perdia 3,87%, para US$ 41,43 o barril; em Nova York, o WTI perdia 4,31%, para US$ 38,62 o barril.


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien