Fapemig faz rede de pesquisas para bacia do rio Doce

Rede de pesquisas se une para recuperar a Bacia do Rio Doce

 

Hoje, terça-feira (19/04/2016 ) será lançada uma Chamada de Apoio a Redes de Pesquisa para Recuperação da Bacia do Rio Doce no Auditório da FAPEMIG, Belo Horizonte. Serão R$ 11 milhões investidos em projetos de diversas áreas para mitigar os impactos do lançamento de toneladas de rejeito de minérios após o rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, em novembro de 2015.

Esta iniciativa é uma parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (FAPEMIG), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Agência Nacional de Águas (ANA).

A chamada tem por objetivo apoiar projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação visando a formação de pós-graduados, além de gerar conhecimento, tecnologias e processos voltados para a recuperação da Bacia e ecossistemas associados. Essa é a segunda chamada desde a tragédia que devastou o distrito de Bento Rodrigues. A primeira foi lançada em janeiro deste ano e está em fase de avaliação.

As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor global estimado de R$ 11 milhões. A duração máxima dos projetos é de 48 meses, a contar da data de contratação da proposta. Os recursos de custeio serão liberados em até quatro parcelas, de acordo com a disponibilidade orçamentária e financeira das Agências. As propostas devem ser submetidas até o dia 20 de junho de 2016.


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien