Editorial – A ilógica do FIES

Soaria como piada sem graça se não fosse triste; um de cada 3 contratos do Fies segue direção de mercado.Ou seja, estamos trabalhando e gastando 100% de recursos para atender a 30% das nossas necessidades presentes e futuras.

Especialistas em economia, mostram que a falta de critérios para financiar a educação, nos levarão a uma sociedade de profissionais importados, senão cubanos.  Especialistas em educação nos mostram que cursos e as necessidades de formação específicas do País não têm sido levados em conta.Alias, parece que só a corrupção tem rumo e planos de ação neste pais.

Esta loucura esta demonstrada  nos números disponíveis e mais recentes – 2013, onde um terço de quase 1 milhão de contratos de Financiamento Estudantil (Fies) firmados em 2013 eram para os cursos de Direito, Administração e Enfermagem.

Isto é o retrato de como será o judiciário , já hoje entulhado de processos.Ele ficará mais atolado ainda na montanha de processos com demandas de direitos que todos julgam ter, a maioria se mostrando ao seu final, mais que inconciliáveis, infrutiferos.        Mesmo com a prova da OAB liquidando 90% dos candidatos ( ela nos obriga a concluir que  jogamos no lixo 90% do dinheiro usado para formar não habilitados.E não é sé do direito , mas também  da maioria dos outros cursos ).

Numa sequencia analógica , note-se que as empresas,- todas – mas notadamente as  pequenas e micros, são motores de desenvolvimento e emprego. Assim sendo, investir em administradores, não chega a ser jogar dinheiro fora. Apenas o é pela má qualidade da maioria, que nem filtrada por um exame de Ordem dos administradores (  CRA – um destes inúmeros conselhos comedores de dinheiro tanto do publico, quanto do  privado – dos administradores associados -) , o são.

As outras profissões, deste primeiro terço – destaque – a das enfermeiras e carreiras da área de saúde, são o único grande ponto positivo,  já que na pratica quase substituem os inexistentes médicos suficientes.

Muitas carreiras que têm grande oferta de diplomados no Brasil,  realmente são quase irrelevantes para as estratégicas de desenvolvimento do País. Destaque para os pedagogos.  Mas não seria o caso da engenharias, notadamente a Engenharia Civil, que teve grande crescimento desde 2010.Ela figura no levantamento  como o terceiro curso com mais contratos.Vai faltar-lhes apenas empregos nesta nossa economia que já esta fracassando.

Levantamentos recentes, mostram que em 2013, o Fies custou mais de R$ 7 bilhões aos cofres públicos. Naquele ano, mais de 143 mil contratos eram para estudantes de Direito – o que representa 16% do total de financiamentos. Em segundo lugar vinham os da Administração com 74 mil contratos, representando 8% dos contratos. Com 7% do total, o curso de Enfermagem tem 64 mil alunos financiados.

Mas em continuidade de pensamentos,  esta analise esbarra numa incongruência de dados de 2014 onde se gastou 13, 7 bilhões e  aconteceu um milagre. O numero de matriculas caiu. Ou seja.Gastamos o dobro de um ano para outro, mas não acrescentamos alunos proporcionalmente.Nem teríamos tantos.E o dinheiro aplicado, para onde foi?Milagres Dilmicos da pátria educadora.

Ou seja.Além de não aplicarmos o dinheiro corretamente, em direção a objetivos que sigam na direção das estratégias de crescimento da economia, a corrupção se encarrega de enterrar o resto das chances.

Embora ainda caiba a analise crítica, de modus faciendi , tanto das políticas sociais como das econômicas, muitas delas com alta pertinência e necessidade para formarem arcabouço de analise das corretas decisões, fica claro que se continuarmos neste caminho de insensatez e baixa lógica,  mais que soluções, estaremos comprando mais problemas em todos os níveis do nosso futuro.Que se mostra pouco promissor.

Digo isto para não desanimar ninguém , frente as gritantes conclusões desastrosas que estão desenhadas  no por vir deste caminho do nosso povo. Se não corrigirmos os rumos rápido, esta insensatez nos custará no minimo,  mais uma geração perdida.


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien