Dilma: para tirar pais da crise que o coloquei, tem que aumentar tributação

Ela declara que aumentará  os tributos para tirar o país da crise, se vencer o impeachment.

 

A presidente Dilma Rousseff, disse que se vencer a votação do impeachment , esta é uma das medidas que estuda para tirar o país da recessão, afirmou: “Vai ter de aumentar tributo, nenhum país sai de crise sem aumentar tributo”.

Questionada se estava falando em aumentar as alíquotas do Imposto de Renda da Pessoa Física, em avaliação pelo Ministério da Fazenda, Dilma Rousseff disse que não iria comentar o tema.

Durante entrevista, a presidente afirmou, porém, que o Brasil tem uma política tributária “regressiva” e que precisava torná-la mais “progressiva”.

A presidente voltou também a defender a aprovação da recriação da CPMF. “Eu não vejo saída sem a CPMF”, disse, admitindo logo em seguida que não bastará aprovar a volta do imposto do cheque para reequilibrar as contas públicas e, principalmente, aumentar o investimento público.

Na conversa com os jornalistas, no Palácio do Planalto, a presidente, apesar de afirmar que seu governo promoveu cortes significativos.E ressaltou que redução de gastos não é o melhor caminho para o país. “É muito recessiva a redução de gastos do governo”, afirmou ela, acrescentando, porém, que a União terá de buscar o reequilíbrio das contas públicas.

A presidente alertou para a possibilidade de que na renegociação das dívidas estaduais que está sendo debatida no Congresso, e os Estados já conseguiram liminares no STF (Supremo Tribunal Federal) nesse sentido, a União pode vir a ter um prejuízo de R$ 300 bilhões, pois ao invés dos juros compostos seria adotado o sistema de juros simples.


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien