COPOM mantém taxas quietas no mesmo patamar

Taxa básica de juros será mantida em 14,25% ao ano

 

Foi anunciado pelo Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central a manutenção da taxa básica de juros (Selic) em 14,25% ao ano. Conforme amplamente esperado pelo mercado.  É a sexta reunião consecutiva em que o Copom decide que a taxa deve permanecer inalterada, mesmo com alguns sinais de desaceleração da inflação.

A decisão foi unânime entre os membros do Copom. A inflação medida pelo IPCA, índice oficial do país, caiu pela metade em março, com a baixa do preço da energia elétrica no mês, resultado da mudança da bandeira tarifária da conta de luz de vermelha para amarela.

Mesmo com a queda na conta de luz, a tendência é que a inflação de abril acelere em relação a março, conforme indicou a prévia da inflação oficial para o mês. O IPCA-15 de abril foi de 0,51%, alta em relação aos 0,43% registrados na prévia do mês de março.

O BC havia indicado que não havia espaço para cortes da Selic neste momento. No último dia 7 de abril, o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, listou razões para que a inflação fique mais controlada em 2016, mas descartou redução da taxa de juros.

O cenário não “nos permite trabalhar com a hipótese de flexibilização das condições monetárias”, disse Tombini.

O mercado, no entanto, espera que haja uma redução da Selic ainda neste ano. A expectativa de corte da Selic ocorre em função das estimativas de desaceleração da inflação, em meio à queda da atividade econômica.


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien