Bellagio : o casinho do preço de um ‘(a)preço’ em Nova Lima.

 O MPNL deu inicio a investigação da aprovação de loteamento e construção de torres em área de preservação de MATA ATLÃNTICA.

O Ministério Público vai apurar se a área do loteamento necessita de licenciamento completo.

Como já e costume há muito, desde governos anteriores, a câmara de vereadores de Nova Lima, quando de seu alto e relevante interesse pessoal, aprova tudo. Claro que desde que regiamente motivada e tudo sinfonicamente orquestrado sob o som do bom e carnavalesco plin plin do ‘a toque de caixa’.  Desta vez, tudo em cima e precondições atendidas, foi somada a velha urticária insuportável de bolso, originada pela bactéria do gênero, sp muiquero-muigusto, que explica a sintomologia da necessidade imediata do vamô aprovar já.

Se o caso fosse de seriedade, na atual má gestão do alcaide menor , o rei dos casinhos, haveria no minimo silencio. Mas não, foi dado um grito feroz. Ele determinava a aprovação da construção de mais um loteamento, que abrigará  16 novas torres , num total de 480 apartamentos.Isto além de tudo,parece que causou  uma felicidade geral cameral para os não contemplados pelos planos habitacionais de legislativos anteriores como o famoso case ” Bostanique-ROSSSI . Desta vez não haverá casinhas, ou lotinhos na habitação popular limense, atualmente sob o fraco comando de Raposos ( sortuda a ex secretaria de habitação para pobres Cláudia Pires, recém expurgada da claque ).Este novo casinho do gênero  projetus Mammuthus, da família Elephantidae  novus limensis corrupts, foi incluido mais corretamente no grupo probosticídeos , como convém a especies ainda não totalmente extintas e que insistem por viseira e gana, em fazer o caminho dos antepassados Por isto talvez eles sigam cegamente na mesma trilha de seus antecessores, do vale do sereno e abaixo, seja a esquerda ou direita, numa região de alto valor imobiliário, MATA ATLÂNTICA e caos no trânsito.Ela é vizinha ao estigmatizado e perfumado vale dos cristais bostais, aquele filho espúrio do casamento já desfeito entre as casas globais da Petrolão  Odebrecht  & Anglo do gold.

O peixe novo na rede dos empreendedoristicos amigos de Nova Lima, tem o sugestivo nome de batismo de BELLAGIO.  Ele parece tentar lembrar o portentoso hotel de jogo de Las Vegas, cuja construção foi inspirada nos resorts do lago de Como na Itália, onde máfias lavam dinheiro até hoje, só Deus sabe ‘cuomo’ .

Segundo o projeto, os novos empreendedores de plantão  pretendem que ele seja executado  em área de inclinadas montanhas ( uma lei federal em vigor,  proibe construções em inclinações superiores a 45 graus) no sopé das  tombadas,  Serra do Curral e da mata do Jambreiro, tudo de preservação ambiental legalmente obrigatória, seja por lei de tombamento estadual e local,  ou  mais ainda, por outra lei nacional  que proibe mexer em MATA ATLÂNTICA.A área escolhida não tem nem infra nem estrutura viária de circulação,  exatamente por causa de sua localização em área de preservação.Sem esquecer que a area é um verdadeiro CORREDOR ECOLOGICO, ligando a mata do Jambreiro a APA SUL e Paraopeba.

Bellagio foi idealizado segundo nos informam os ‘velhos chacais’ e o oraculo, pelo ainda meio desconhecido empresário Cláudio Capanema Gouvea, um  novatus elephantidae  do novo grupo Capanema Gouvea Desenvolvimento Imobiliário (CGDI).Bom de marketing, cria bocas abertas ao dizer aos 4 ventos que o empreendimento terá um aporte de R$ 400 milhões.Quem enterrará 400 milhões no bostalmente perfumado empreendimento mamute, ele não disse.  O projeto para o novo bairro Bellagio, reúne área verde de MATA ATLANTICA legalmente intocável e já existente, serviços e conveniências como escolas, academias, supermercados, mall e hotéis, além de um complexo de saúde, diz o magano projeto.

O curriculum do empresário e um tanto nebuloso. Ele começou ontem e já divulgou publicitariamente com estardalhaço, alguns grandes empreendimentos nos últimos anos, cujos projetos  ainda não saíram da maquete. Em Araguari e em Barbacena. O único que sua pagina na internet (http://www.cgdi.com.br ) ele diz que  fez – o de UBERABA – , esta em verdade creditado à 5R Shopping Centers como a verdadeira realizadora.Portanto tudo indica, imobiliariamente falando, que o andor do novo santo e de muito barro.

Em tempo, é bom lembrar que o ex prefeito Vitor Penido, quando da realização de uma de suas  boas obras, a de duplicação da MG 10 – NL/BH, teve por infelicidade e talvez falta de assessoria competente, tentado fazer inicialmente a via de subida da duplicação, em separado,  no local reprojetado agora para uma via nomeada de av de ligação,  que esta prevista ser usada por este novo projeto.Se era crime, os maganos de casinhos, parece que mudaram a lei por mudados os atores.E o que era não será mais. Embora a lei que proíbe construções em áreas com mais de 45 graus continue em vigor.E a área escolhida, vai daí a muito mais.Mas em NL, como dizem claramente todos os empreendedoristicos de plantão, só não pode o que não tem preço ou se o “(a)preço “ for muito alto.

Continuando, pelo  fato de ter peitado o legal, a parte da estrada que foi aberta pelo ex prefeito Vitor Penido, foi considerada crime . Vitor foi processado por crime ambiental. A área, além de abrigar Mata Atlântica,(INTOCAVEL POR LEI)  tem diversas nascentes e contribuintes de riachos que abastecem o Rio das Velhas. Agora a ideia ruim de ontem fica dupla ( crime) má ideia, se somado ao fato , que nesta época de agora a falta de água é o principal problema. A intempestividade da ideia atual, com sua total falta de adequadas condições mínimas de infra estrutura local, chamou a atenção do MPNL. E segundo foi noticiado só depois da gritaria promovida pelos  POUCOS cidadãos sérios da região. Nesta semana em que perdemos o grande Cláudio Marzo, a promotoria do Meio Ambiente que não é de ir so a Kanangas, mas vai ao Japão dos fatos, instaurou inquérito civil para as devidas apurações.

O projeto de lei que autoriza o absurdo e ilegal empreendimento, foi enviado à Câmara pela Prefeitura de Nova Lima , com pedido do prefeito – que estranhamente parece ter especial interesse neste casinho–  para que fosse votado imediatamente em regime de urgência urgentíssima. Este casinho de Nova Lima, teve o documento de requerimento ‘ jamegado ‘ pelo atual prefeito do  PMDB. Seco, objetivo e parece que muito sedento,talvez antecipando vacas magras ( entre 9 e 16/04 seu caso será julgado pelo TSE e as estrelas indicam boa possibilidade de que ela saia em definitivo) ele requereu no pacotaço enviado aos ‘eguis’, exigindo que a “mensagem fosse apreciada em regime de urgência, com dispensa de interstício e pareceres”.Sem muito  trololó ou relinchares !

Assim continuando, no pedido feito tipo para ontem, escreveu escrachadamente o prefeito, na carta ( ordem/ despacho)  dirigida ao Legislativo, o  qual  já estava de boca aberta no ninho.

Solicitamos a convocação de sessões extraordinárias, quantas forem necessárias, diante da necessidade de apreciação e aprovação do projeto de lei em apreço,  (para temor geral cameral,ainda não se sabe e nem foi divulgado o quanto envolve o ‘(a)preço’ declarado pelo prefeito, nem quando ).

Dito isto, responsivamente, foi tudo feito e  imediatamente obedecida a lucrativa ordem de ‘alto apreço” .  O legislativo deu um carimbaço de TUDO APROVADO  no combinemô !Afinal o apreço é alto.E como se sabe na Villa Nova dos Lima nada faz um eguil babar mais que a(preço) alto.

O MP já pediu à prefeitura cópia do projeto aprovado e solicitou ao Estado  – COPAN – o documento que subsidiou a Autorização Ambiental de Funcionamento (AAF),  concedida em 2012 pela Superintendência Regional de Regularização Ambiental (Supram), órgão ligado à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável  (Semad).

“Estamos apurando a regularidade do empreendimento. Precisamos verificar se só a AAF é suficiente, já que trata-se de uma área de importância ambiental, o que exigiria licenciamento completo”, diz a promotora responsável pela área de MA , Dra Andressa Lanchotti. Segundo ela declarou,  caso não sejam identificadas as ilegalidades arguidas por vários cidadãos e ONGs, e nada achado – impossível , mas pode até  acontecer –  também será  necessária a adoção de serias e pesadas medidas mitigatórias como contrapartida. Coisa desejável .Mas por aqui e ate agora, entre contornáveis e irrealizáveis, mesmo as minimizadoras, tudo só fustiga NL. Nada mitiga .Como todos sabem e a realidade mostra , TACs e medidas mitigadoras, aqui na VILA NOVA DOS LIMA, estão mais para acordos nunca cumpridos.Qual atestado de óbito,assim que assinados ficam habilitados a serem enterrados  .Os presidios e as cadeias publicas continuam exclusividade só da elite dos PPPs. Os ricos e poderosos, sempre excluídos.E a vergonha do Brasil ,um pais excluidor.Como sempre, a ver

Em declarações anteriores e publicadas na imprensa, o sério presidente da Associação para Proteção Ambiental do Vale do Mutuca (Promutuca) e integrante do Conselho Consultivo da APA Sul RMBH – Área de Proteção Ambiental Sul da Região Metropolitana de Belo Horizonte, o advogado Walmir de Castro Braga, não concorda com a aprovação  “ no peito” capitaneada pela prefeitura, para o “novo bairro”. “Falta no mínimo, muita transparência. Embora tenhamos certeza que falta muito mais. Quando descobrimos esse processo de licenciamento, em 2012, denunciamos na época as irregularidades já na gestão do ex prefeito Carlinhos, na quase transição.Eram e já se mostravam vias latentes e imorais. Na época, pedimos a realização de audiência pública, até hoje sem resposta. Tudo está sendo tocado de cima para baixo”, afirma o contundente advogado.E sendo finalizado como de costume por baixo dos panos, faltou completar.

Segundo ele, os moradores temem pela área tão sensível em termos ambientais, inclusive com nascentes de rios. Há ainda a certeza de caos com o trânsito na região, já caótico hoje  em horários até fora dos horários de pico.

Muito estranhamente o atual Secretário de Comunicação da Prefeitura de Nova Lima, legitimo ex brasilianistico almenarense, corrido da capital federal, homem eclético e atlético para muitos cargos e lides,desde bancas quebradas de passagens para o Tio San, até dono oculto de pasquins Tico tico comandado por amante, Márcio Tupy  de Nova Lima Times- o veiculo oficial da pasta e da PMNL – , ele que é um vivido andarilho de corredores de assembléia e  tuneis prefeiturais de contagem das aboboras,  declarou de própria boca e em alta voz :

‘o executivo vai apresentar em algum futuro, depois de aprovado este  loteamento, um outro projeto “ .

Como se o feito à posteriori” fosse especifico para regulamentar o loteamento possivelmente  ilegalmente aprovado  no “a anteriori”( como  quer verificar a promotoria) . As afirmações assim feitas, mesmo que a esmo e pouco sagazes, causam espanto aos sérios.Sim porque , são no mínimo estranhas estas tantas gentilezas da administração, ao dizer que vai  colocar a estrutura da prefeitura a serviço de projeto, pois  seu staff esta planejando soluções e absolvições para a  iniciativa privada.Não bastasse este horror de comunicação  a la Trumman’, o secretário menor como se um barnabé maior fosse,  finaliza com a arrogante declaração, em tom de empreendedor parceiro, imiscuindo suas predileções de posição:

“… não sabemos o que será: poderá ser vertical ou horizontal.Decidiremos!

Dificil é saber no interesse direto de quem a coisa anda nesta NL cheia de casinhos. Do povo de Nova Lima, como sempre, claramente não. Tudo indica que estes gentis srs,  amigos e ou da claque do rei de plantão  -PT/PMDB+anexos+5000 conexos -, são gente do peito, que age pelos  simples interesses menores de sempre.Este fato anda tão corriqueiro nestes petisticos tempos negros de atualmente, virou coisa tão comum, que parece se incorporaram ao DNA da rotina deles e dos colegas.No âmbito da LAVAJATO por exemplo, propinas foram renomeados de doações legais de campanha aos partidos.Para alegria petística, pmdebística e empreiteirística de muitos.

Por sorte , são  coisas que o Dr Moro,a PF, a PGR e o Brasil  pagador dos impostos escorchantes , em sua maioria não concorda. Sorte do Brasil , ainda ter uma turma contra. Mas infelizmente, aqui na Villa Nova dos Lima, eles não chegam. Um Juarez sozinho, mesmo que auxiliado fosse por todo o Japão,seria pouco para tantos e tão variados “”(a)preços”” LIMENSES. Tanto os prefeiturais quanto os camerais, todos sempre bem alinhados aos privadais  de muitos públicos: etc,etc etc….

Pois afinal de contas, a CP de NL e a APAC são ambas muito pequenas para tantos.Mesmo com as graciosas ampliações da APAC, patrocinadas pela agora generosa e dadivosa Conspar. Tudo a ver.

 

 


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien