Antes tarde do que nunca:PM avança no uso de tecnologia

A sala de monitoramento da PM começou a operar nesta quinta feira, 16/06/2016.

Três militares controlarão os equipamentos em cada turno, acompanhando as 600 câmeras do Olho Vivo;  30 viaturas do Rotam foram equipadas com tablets para facilitar a transmissão de informações

 

A Polícia Militar de Minas Gerais, começou a operar sob comando da ROTAM, no Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam) nesta quinta-feira (16)uma sua nova sala de monitoramento da capital. A ideia já praticada há muito em vários lugares, é a reunião de todos os sistemas tecnológicos disponíveis no estado, objetivando dar mais apoio tático para as operações na capital e na RMBH.

“Toda essa tecnologia já estava existia e estava disponível.O que estamos fazendo como nova estratégia é integrá-las à nossa rotina operacional,  de tal forma que a gente tenha uma sala tipo COMANDO CENTRAL, que possa abastecer de informações em tempo real os nossos policiais” explicou o diretor de tecnologia e sistemas da Polícia Militar, o coronel Fernando Arantes.

Durante cada um dos turnos, o centro terá três militares no controle dos os equipamentos,dando suporte ao material gerado pelas 600 câmeras do Olho Vivo. “Esse é um projeto piloto, que depois poderá ser multiplicado para todo o estado.Aqui e agora, nós teremos essa tecnologia à disposição e dando suporte do batalhão Rondas táticas da RMBH.

É destaque no projeto que as câmeras utilizadas tem capacidade de identificar placas de veículos em transito, o que pode ajudar na localização de  possiveis suspeitos. Outra ferramenta importante, é um mapa interativo, que funciona ao reverso, e a partir da ciência de ocorrências por denuncias ou informações de nosso pessoal, permitirá identificar quais câmeras do Olho Vivo podem ser acessadas nestes  pontos onde as ocorrências estão em andamento.E realimentar rapidamente o sistema de informações, dando suporte á uma gestão mais eficiente.

No suporte  operacional de rua, teremos 30 viaturas do Rotam, equipadas com tablets, os quais tem acesso às informações enviadas pela sala de monitoramento em tempo real, o que dará maior eficácia ás ações  entre os militares.

O objetivo maior segundo a direção do programa na PM, é ter uma atuação de mais eficácia nas operações. devido a maior qualidade dos equipamentos de apoio à Polícia Militar, devido a integração dos sistemas e das tecnologias.


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien