Adm Dilma/PT: Prejuízo da Petrobras cresce

E chega a ASTRONOMICOS R$ 34,8 bi em 2015.  

    

 

O presidente da estatal, Aldemir Bendine, anunciou que a Petrobras registrou prejuízo de R$ 34,836 bilhões em 2015. Em 2014, as perdas somaram R$ 21,587 bilhões.

Houve queda de 42%, comparado a 2014, relacionado ao prejuízo operacional que chegou a R$ 12,4 bilhões. Os investimentos somaram R$ 76,3 bilhões, representando redução de 12% em relação ao ano anterior.

A queda do barril de petróleo tipo Brent e a desvalorização cambial provocou impacto negativo no resultado da empresa.

Entre as causas do prejuízo, a empresa cita “o impairment (ajuste) de ativos e de investimentos, principalmente em função do declínio dos preços do petróleo e incremento nas taxas de desconto, reflexo do aumento do risco Brasil pela perda do grau de investimento (R$ 49,748 bilhões) e despesas de juros e perda cambial (R$ 32,908 bilhões)”.

Outros fatos importantes que acarretaram prejuízos à imagem e às finanças da estatal são as investigações da operação Lava Jato da Polícia Federal, que desde 2014 tem deflagrado várias denúncias de corrupção e roubo do patrimônio da empresa.

O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, disse que, apesar do resultado contábil negativo, a empresa teve um resultado gerencial positivo. Segundo Bendine, depois de oito anos, a companhia apresentou geração de fluxo de caixa positivo e as despesas administrativas recuaram significativamente.

“Mesmo em ano tão difícil, como foi 2015, com a valorização do dólar frente ao real, tivemos um recuo forte na nossa dívida líquida e uma disciplina muito forte, não só de capital, mas em uma busca de eficiência muito grande.”


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien