Aberta temporada de milagres: novo ministro vai consertar o IDEB em 2 anos

Ministro promete implantar uma ampla reforma do ensino médio que reverterá qualidade no prazo de 2 anos

Logo após lançar o novo tema do novo governo, “Brasil, pátria educadora”, o novo ministro da Educação, Cid Gomes (Pros), prometeu na última sexta-feira (20), implantar a reforma do ensino médio em um prazo de dois anos. O compromisso foi uma das principais bandeiras da campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff e esteve presente em seu discurso de posse, na última quinta-feira (1º).

Em entrevistas a jornalistas, o novo ministro disse que esse é um processo que demandará muito diálogo, porque os sistemas de educação no Brasil são autônomos. Ainda segundo ele, esse processo será realizado num prazo de dois anos para ter a sua implantação.

Os dados sobre a educação brasileira são preocupantes. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2013 permaneceu em 3,7, apontando estagnação no ensino médio. Na rede privada, houve queda na nota: de 5,7 para 5,4, quando o índice de 2013 é comparado ao de 2011.

Durante o período eleitoral de 2014, o MEC foi acusado de retardar a divulgação do Ideb por conta do período eleitoral. E desde maio de 2011 que está prevista em resolução aprovada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) a reforma curricular do Ensino Médio. O novo ministro ainda destacou que a reforma no ensino médio também é outra proposta que exige grande discussão.


Nenhum banner cadastrado ainda

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien